26 de fev de 2012

Canções clássicas dos Beatles são disponibilizadas como ringtones


Quem é fã dos Beatles vai adorar saber que cerca de vinte sucessos deles já estão disponíveis no formato de ringtones para telefones celulares no iTunes, a loja on-line da Apple.

Trechos de canções clássicas como “Can’t buy me love”, “Let it be” ou “Love me do”, de uma duração de cerca de 30 segundos, custam US$ 1,29 (aproximadamente R$ 2,20) cada um, segundo um comunicado publicado nesta quarta-feira (23) no site oficial do quarteto fantástico de Liverpool.
As músicas dos Beatles passaram a ser vendidas no iTunes em novembro de 2010 após longas negociações entre a Apple Corps (selo criado pelos Beatles em 1968) e a  EMI, gravadora que detém os direitos fonográficos da banda.
Fonte: cifraclubnews

24 de fev de 2012

Origem dos nones das notas musicais!


O nome das notas (misolsi) tem a sua origem na música coral medieval. Foi Guido d'Arezzo, um monge italiano, que criou este sistema de nomear as notas musicais - o chamado sistema de solmização. Seis das sílabas foram tiradas das primeiras seis frases do texto de um hino a São João Baptista, em que cada frase era cantada um grau acima na escala. As frases iniciais do texto, escrito por Paolo Diacono, eram:
Ut queant laxis,
Resonare fibris,
Mira gestorum,
Famuli tuorum,
Solve polluti,
Labii reatum.
Tradução: "Para que os teus servos possam cantar as maravilhas dos teus actos admiráveis, absolve as faltas dos seus lábios impuros".
Mais tarde ut foi substituído por do, sugestão feita por Giovanni Battista Doni, um músico italiano que achava a sílaba incômoda para o solfejo, e foi adicionada a sílaba si, como abreviação de SanteIohannes ("São João"). A sílaba sol chegou a ser mais tarde encurtada para so, para uniformizar todas as sílabas de modo a terminarem todas por uma vogal, mas a mudança logo foi revertida.
As sílabas ut, ré, mi, fá, sol e lá, chamadas vozes, não correspondiam a alturas absolutas na escala, mas apenas a graus num hexacorde. A altura das notas era designada por letras de A a G. A partir de um trecho escrito num modo eclesiástico qualquer, podia-se transpô-lo de uma quartaquinta ou oitava, sem modificar nenhuma das vozes sobre as quais o trecho seria cantado. Uma sequência ré-mi-fá transposta de uma quarta continuava a ser considerada ré-mi-fa, na solmização, e não sol-lá-si bemol como no sistema actual, embora fosse designada por G-A-Bb em vez de D-E-F. Mais tarde, nos países latinos, adoptou-se a designação "dó ré mi fá sol lá si" para representar "C D E F G A B".
Fonte:Wikipédia

23 de fev de 2012

Johann Sebastian Bach - Invention nº4 for 2 Guitars





Johann Sebastian Bach Eisenach31 de março de 1685 — Leipzig28 de julho de 1750) foi umcompositorcantormaestroprofessororganistacravistaviolista e violinista da Alemanha.
Nascido em uma família de longa tradição musical, cedo mostrou possuir talento e logo tornou-se um músico completo. Estudante incansável, adquiriu um vasto conhecimento da música europeia de sua época e das gerações anteriores. Desempenhou vários cargos em cortes e igrejas alemãs, mas suas funções mais destacadas foram a de Kantor da Igreja de São Tomás e Diretor Musical da cidade de Leipzig, onde desenvolveu a parte final e mais importante de sua carreira. Absorvendo inicialmente o grande repertório de música contrapontística germânica como base de seu estilo, recebeu mais tarde a influência italiana e francesa, através das quais sua obra se enriqueceu e transformou, realizando uma síntese original de uma multiplicidade de tendências. Praticou quase todos os gêneros musicais conhecidos em seu tempo, com a notável exceção da ópera, embora suas cantatas maduras revelem bastante influência desta que foi uma das formas mais populares do período Barroco.[1]

Sua habilidade ao órgão e ao cravo foi amplamente reconhecida enquanto viveu e se tornou legendária, sendo considerado o maior virtuose de sua geração e um especialista na construção de órgãos. Também tinha grandes qualidades como maestro, cantor, professor e violinista, mas como compositor seu mérito só recebeu aprovação limitada e nunca foi exatamente popular, ainda que vários críticos que o conheceram o louvassem como grande. A maior parte de sua música caiu no esquecimento após sua morte, mas sua recuperação iniciou no século XIX e desde então seu prestígio não cessou de crescer. Na apreciação contemporânea Bach é tido como o maior nome da música barroca, e muitos o vêem como o maior compositor de todos os tempos, deixando muitas obras que constituem a consumação de seu gênero. Entre suas peças mais conhecidas e importantes estão os Concertos de Brandenburgo, o Cravo Bem-Temperado, as Sonatas e Partitas para violino solo, a Missa em Si Menor, a Tocata e Fuga em Ré Menor, a Paixão segundo São Mateus, a Oferenda Musical, a Arte da Fuga e várias de suas cantatas.

16 de fev de 2012

Cientistas identificam dados em músicas de Adele que fazem as pessoas chorarem

A ciência tem uma explicação para a canção “Someone Like You”, interpretada pela cantora britânica Adele, levar às lágrimas muitos ouvintes. Pesquisadores canadenses e psicólogos britânicos resolveram analisar a canção da vencedora de seis prêmios no último Grammy para descobrir por que a música causa uma reação tão emocional em algumas pessoas. 
Segundo uma equipe de neurocientistas da Universidade de McGill, a música é capaz de liberar no cérebro humano a dopamina, uma substância que intensifica a sensação de prazer. Independente da canção ser alegre ou triste, a quantidade da dopamina liberada por uma canção pode ser suficiente para que a pessoa queira passar por aquelas sensações novamente.
É importante destacar, sobretudo, que certas características musicais são consistentemente capazes de provocar fortes reações emocionais nas pessoas. Por exemplo, músicas em tom menor, com harmonia de notas em escala descendente, bem como acordes em bemol são melancólicos por natureza.

Um estudo desenvolvido pelo psicólogo britânico John Sloboda há 20 anos comprova que a presença de um recurso de composição musical chamado appoggiatura intensifica uma sensação triste na melodia.
.A appoggiatura é uma nota que se choca com a melodia da música, para criar uma dissonância sonora. Segundo o psicólogo da Universidade de British Columbia Martin Guhn, essa dissonância gera uma tensão no ouvinte. Quando as notas retornam à melodia harmônica, a dissonância é resolvida, trazendo uma sensação agradável para quem está ouvindo a música. Nesse momento, a pessoa sente leves calafrios, e com a repetição sequencial dessas dissonâncias, as reações são ainda mais fortes. É aí que as lágrimas podem começar a surgir.

Em “Someone Like You”, as appogiaduras estão em toda a música. A canção começa com um padrão suave e repetitivo, e Adele mantém as notas dentro de uma estreita faixa de frequência. Então, quando chega no refrão, a voz de cantora salta uma oitava no tom, e o volume da música se torna mais crescente. A harmonia se desloca para um tom mais dramático, acompanhando o teor da letra.

O Dr. Guhn ressalta que, para reforçar o efeito melancólico, Adele modula ligeiramente sua afinação no final das notas longas, um pouco antes do acompanhamento musical ir para uma nova harmonia.

Com todas essas evidências, Adele e Dan Wilson, o parceiro na composição da música, não só construíram uma das mais belas e tristes canções da música pop dos últimos tempos, como, também, criaram uma fórmula perfeita para o sucesso.
Fonte: Correio do Estado

Estilos de Rock! Um mapa completo das bandas clássicas.

Clique na imagem para ampliar!
Rock é um termo abrangente que define o gênero musical popular que se desenvolveu durante e após a década de 1950. Suas raízes se encontram norock and roll e no rockabilly que emergiu e se definiu nos Estados Unidos da América no final dos anos quarenta e início dos cinquenta, que evoluiu doblues, da música country e do rhythm and blues, entre outras influências musicais que ainda incluem o folk, o jazz e a música clássica. Todas estas influências combinadas em uma simples estrutura musical baseada no blues que era "rápida, dançável e pegajosa".[1]
No final das década de 1960 e início dos anos setenta, o rock desenvolveu diferentes subgêneros. Quando foi misturado com a folk music ou com oblues ou com o jazz, nasceram o folk rock, o blues-rock e o jazz-rock respectivamente. Na década de 1970, o rock incorporou influências de gêneros como a soul music, o funk e de diversos ritmos de países latino-americanos. Ainda naquela década, o rock gerou uma série de outros subgêneros, tais como o soft rock, o glam rock, o heavy metal, o hard rock, o rock progressivo e o punk rock. Já nos anos oitenta, os subgêneros que surgiram foram aNew Wave, o punk hardcore e rock alternativo. E na década de 1990, os sub-gêneros criados foram o grunge, o britpop, o indie rock e o nu metal.
O som do rock muitas vezes gira em torno da guitarra elétrica ou do violão e utiliza um forte backbeat (contratempo) estabelecido pelo ritmo do baixo elétrico, da bateria, do teclado, e outros instrumentos como órgãopiano, ou, desde a década de 1970sintetizadores digitais. Junto com a guitarra ou teclado, o saxofone e a gaita, são por vezes utilizados como instrumentos solo. Em sua "forma pura", o rock "tem três acordes, um forte e insistente contratempo e uma melodia cativante".[1]
A maioria dos grupos de rock são constituídos por um vocalista, um guitarrista, um baixista e um baterista, formando um quarteto. Alguns grupos omitem uma ou mais destas funções e/ou utilizam um vocalista que toca um instrumento enquanto canta, às vezes formando um trio ou duo; outros ainda adicionam outros músicos, como um ou dois guitarristas e/ou tecladista. Mais raramente, os grupos também utilizam saxofonistas outrompetistas e até instrumentos como violinos com cordas ou cellos.
Fonte: Wikipédia

Um dos guitarristas mais incríveis da atualidade! Assista todo o vídeo!



Michael Angelo Batio (Chicago12 de junho de 1956) é um guitarrista norte-americano de ChicagoIllinoisbacharel em Teoria Musical pelaNortheastern Illinois University.
Tendo começado a tocar guitarra aos dez anos de idade, na década de 1980 foi expulso de alguns bares por não saber tocar, o dono do bar alegava que ele só sabia fazer barulho.
Ambidestro, Michael consegue tocar duas guitarras ao mesmo tempo, em harmonias sincronizadas ou separadas. Ele é o inventor da guitarra de dois braços opostos em forma de "V", a Double V-Neck, e da guitarra de quatro braços em forma de "X", a Quad Guitar X-400, que ele utilizou enquanto estava em turnê com a banda Nitro, no fim da década de 1980.
Sua extraordinária destreza o permite tocar sua guitarra com um som fluente e limpo. A revista Guitar One elegeu Michael como o melhor guitarrista e mais rápido do mundo, numa votação em 2003.
Michael também é conhecido pela simpatia, geralmente passa bastante tempo distribuindo autógrafos, posando para fotos e conversando com fãs. Ele também tem aconselhado jovens guitarristas que o têm consultado, notadamente em suas clínicas mundo afora.

Discografia

  • No Boundaries — 1995
  • Holiday Strings — 1996
  • Planet Gemini — 1997
  • Tradition — 1998
  • Lucid Intervals and Moments of Clarity — 2000
  • C4 Project - Call To Arms" - 2001
  • Lucid Intervals and Moments of Clarity, Pt. 2 — 2004
  • Hands Without Shadows — 2005
  • 2 X Again - 2007
  • Hands Without Shadows 2: Voices - 2009

Equipamentos



10 de fev de 2012

Notas do braço da guitarra/violão - Notes of the Guitar Fretboard

Olá!
Para todos os nossos alunos Tuneclass e para todos os simpatizantes do violão e da guitarra, gostaríamos de ressaltar a importância de se conhecer as notas do braço desses instrumentos.
Não se esqueçam que a visualização segue os padrões internacionais onde a 1ª Corda (mais fina) é a primeira linha superior, e a sexta corda (mais grossa) é a ultima linha.
A imagem nº1 mostra o braço cromaticamente, ou seja: as notas sendo mostradas em intervalos de 1/2 em 1/2 tons. 
       Ex: Na primeira corda a partir da 1ª casa em diante: fá, fá#, sol, sol#, lá, lá#, sí, dó, dó#, ré, re# etc.
Observem também que a partir da 12ª casa as notas passam a ser as mesmas da 1ªcasa repetindo o processo novamente.
Vale a pena lembrar que para ser bom em acordes, escalas, improvisação, harmonia, composição entre outras coisas, o aluno deverá ter domínio com o braço/escala.
Na imagem 2 mostramos apenas as notas da escala de Dó Maior/Lá Menor (não possuem sustenidos nem bemóis).
Clique na imagem para ampliar.
Bom proveito e muito Estudo!
Alexandre Wendt




Clique nas imagens para ampliar.

Modelos de guitarra - Guitar models

 A guitarra elétrica (AO 1945: eléctrica) (também chamada apenas de guitarra) é um instrumento musical pertencente à família das guitarras, cujo som é sempre amplificado eletronicamente. É um Instrumento de cordas (ou cordofone), ou seja, o som é produzido manualmente pela vibração das cordas como no violão, porém é transformado em sinal elétrico devido a ação de captadores magnéticos (na maioria dos modelos).
Os sinais elétricos podem ser simplesmente amplificados e emitidos por um alto-falante que converte os sinais elétricos em ondas sonoras, ou pode ser modificado antes de ser novamente convertido em som pelo alto-falante.
Por sua potência sonora e pela possibilidade de alteração eletrônica de diversas características de seu timbre, as guitarras elétricas são utilizadas principalmente no rockmúsica popblues e jazz, podendo ser encontradas ainda em outros gêneros musicais.

Guitarras maciças

Tem corpos maciços e, em sua maioria, feitos em madeira. Materiais alternativos como alumínio[1] e fibra de carbono[2] também são usados. Não possuem caixa de propagação acústica, seu som natural é pouco intenso e consegue ter mais sustentabilidade na nota. Podem ter o braço embutido ao corpo (quando inteiramente feito de uma única peça de madeira), colado ou ainda parafusado. Pelo fato de não apresentarem caixa acústica, a madeira com que são construídas é a principal responsável pelo timbre que elas entoarão. As guitarras maciças são preferidas por músicos que necessitem adicionar efeitos sonoros (principalmente distorção) e tem seu uso mais realizado para produção de músicas dos estilos e derivados dorock como o heavy metal. Os modelos mais conhecidos entre as guitarras maciças são as Fender Telecaster e Stratocaster, as Gibson Les Paul e SG, bem como as guitarras IbanezJacksonESPWashburn, muito utilizadas no heavy metal.

Fonte: Wikipédia